Os dez Melhores Apps Android Da Semana (23/11/17)

16 Apr 2019 05:50
Tags

Back to list of posts

<h1>Pixar Lan&ccedil;a Plataforma Que Usa Anima&ccedil;&atilde;o Pra Ensinar Conte&uacute;dos Escolares</h1>

<p>Apesar de ter recebido o primeiro pr&ecirc;mio pro Brasil em Annecy, uma quest&atilde;o que at&eacute; insuficiente tempo era inimagin&aacute;vel, Bolognesi n&atilde;o se considera um pioneiro dentro do epis&oacute;dio da anima&ccedil;&atilde;o brasileira. Utilizando uma met&aacute;fora caracter&iacute;stico, ele destaca o papel dos curta-metragistas nacionais nesta trajet&oacute;ria. “H&aacute; pelo menos uma d&eacute;cada o Brasil produz muitos curtas-metragens de anima&ccedil;&atilde;o por ano. A maioria deles tem experi&ecirc;ncia de linguagem, com muita independ&ecirc;ncia e criatividade.</p>

<p>Os desbravadores s&atilde;o desta cria&ccedil;&atilde;o de curta-metragistas que vem desde os anos 70. L&aacute; atr&aacute;s, o cinema brasileiro de anima&ccedil;&atilde;o apostou no vinho de peculiaridade, e n&atilde;o no garraf&atilde;o de 5 litros. De repente, nosso vinho come&ccedil;ou a ser consumido e apreciado pelos franceses e italianos. Hoje vemos que valeu a pena apostar na qualidade”, sinaliza o cineasta. Roteirista conceituado no caso brasileiro, com trabalhos como Bicho de 7 Cabe&ccedil;as, Chega de Saudade e Terra Vermelha no curr&iacute;culo, Luiz Bolognesi gostava desde guria de hist&oacute;rias em quadrinho e graphic novels. Este caso, somado ao apre&ccedil;o pelo estudo da hist&oacute;ria brasileira, o levou a escolher a anima&ccedil;&atilde;o como t&eacute;cnica para a promo&ccedil;&atilde;o de teu primeiro longa-metragem como diretor.</p>

<ul>

<li>3/cinco A mais pedida: cadeira Uma sai por R$ 199,00 (Divulga&ccedil;&atilde;o)</li>

<li>tr&ecirc;s - Flowpaper</li>

<li>Liute Cristian 25 de maio de 2012 at 08:14</li>

<li>Videos: Capit&atilde;o Planeta - Os animais merecem respeito - Partes 1, 2 e 3 acess&iacute;veis nos hiperlinks</li>

<li>Uma hist&oacute;ria bem contada</li>

<li>Detalhes e dados f&iacute;sicos: idade, altura, cor do cabelo, etc</li>

<li>&Eacute; melhor aguardar a bateria terminar para recarregar o smartphone</li>

</ul>

<p>“Como roteirista, a anima&ccedil;&atilde;o era para mim uma esp&eacute;cie de ‘terra prometida’, visto que tudo poder&aacute; ser desenhado. Em um v&iacute;deo live-action, se voc&ecirc; n&atilde;o tem muito dinheiro e quer trabalhar no mundo da fabula&ccedil;&atilde;o e do mitol&oacute;gico, h&aacute; um grande perigo de o resultado ser tosco ou vulgar. Liga Da Justi&ccedil;a (desenho Animado) anima&ccedil;&atilde;o isso fica requintado, bacana.</p>

<p>Minha ida para esse territ&oacute;rio foi um enorme erro que deu direito. Tivemos diversas problemas, no entanto toda equipe que trabalhou no filme &eacute; hoje reconhecida”, celebra Bolognesi. O t&iacute;tulo Uma Hist&oacute;ria de Afeto e F&uacute;ria retrata o amor entre um her&oacute;i imortal e uma mulher por quem ele &eacute; apaixonado h&aacute; Curso De Anima&ccedil;&atilde;o 2D Ou 3D . O v&iacute;deo perpassa quatro fases da hist&oacute;ria do Brasil: a coloniza&ccedil;&atilde;o, a escravid&atilde;o, a ditadura civil-militar e um futuro imaginado em que h&aacute; uma batalha na &aacute;gua no Rio de Janeiro.</p>

<p>Os dois videos, e tamb&eacute;m se comprovarem muito autorais, levantando preocupa&ccedil;&otilde;es est&eacute;ticas e tem&aacute;ticas espec&iacute;ficas de seus realizadores, servem pra contradizer um senso comum muito afiliado &agrave;s anima&ccedil;&otilde;es: a de que elas seriam voltadas apenas para o p&uacute;blico infantil. O filme bem como traz tem&aacute;ticas que conseguem ser apreciadas com maior profundidade pelos adultos. &Eacute; o trabalho de estreia da diretora Rosana Urbes, contudo isso n&atilde;o ou seja que se trata de uma artista inexperiente.</p>

<p>“Sa&iacute; daqui querendo voltar. Nunca tive o sonho de deslocar-se para fora, queria fazer as coisas neste local. Al&eacute;m desse desejo, o que pesou assim como para o teu retorno ao Brasil foi a mudan&ccedil;a desencadeada na domin&acirc;ncia cada vez maior das anima&ccedil;&otilde;es computacionais 3D nos grandes est&uacute;dios norte-americanos. ] somos meio transtornados com o tempo. Voc&ecirc; fica trabalhando por tr&ecirc;s semanas pra fazer 3 segundos de filme.</p>

<p>Eu tenho problema para vir pela hora nos compromissos, j&aacute; que sempre acho que em cinco minutos d&aacute; pra fazer bem mais coisa do que de fato &eacute; poss&iacute;vel”, revela a diretora de Guida. Ainda idealizando o seu pr&oacute;ximo servi&ccedil;o em anima&ccedil;&atilde;o, Luiz Bolognesi n&atilde;o descarta realiz&aacute;-lo inteiramente em 3D em consequ&ecirc;ncia a uma quest&atilde;o de viabilidade econ&ocirc;mica. Se isto realizar-se, contudo, ele pretende utilizar uma t&eacute;cnica de imediato existente que oferece &agrave; cria&ccedil;&atilde;o uma roupagem de duas dimens&otilde;es. Aprenda A Como Fazer Facilmente Um Desenho Animado! v&iacute;deos em desenho tradicional &eacute; um ato de resist&ecirc;ncia est&eacute;tica, art&iacute;stica e at&eacute; politica-ideol&oacute;gica, no entanto eu n&atilde;o acho que o cinema autoral precisa ser feito desta maneira.</p>

f4a67d39ef0858d6df6449f2343594e8.jpg

<p>N&atilde;o possuo um purismo ideol&oacute;gico contra o cinema 3D, contudo verdadeiramente h&aacute; no 2D uma coisa singela e delicada que uma parte do p&uacute;blico admira muito. &Eacute; um cinema mais po&eacute;tico e menos Manifesto Em prol Da Publicidade Para Mo&ccedil;as (e Contra A Publicidade Pra Bancos) ”, opina Bolognesi. N&atilde;o &eacute; preciso dirigir-se at&eacute; 2096, como fez ficcionalmente Uma Hist&oacute;ria de Amor e F&uacute;ria, para ponderar sobre o futuro das anima&ccedil;&otilde;es no Brasil.</p>

<p>O sucesso simbolizado pelas recentes sele&ccedil;&otilde;es pro Festival de Annecy levanta uma d&uacute;vida mais imediata: &eacute; poss&iacute;vel conservar uma regularidade em termos de caracter&iacute;stica e reconhecimento da produ&ccedil;&atilde;o dos videos nesse tipo no estado? Para as pessoas que faz por&ccedil;&atilde;o desta “onda” atual, a resposta pra esta charada &eacute; positiva. Rosana Urbes destaca que o Brasil det&eacute;m diretores que investigam diferentes &aacute;reas da anima&ccedil;&atilde;o. Depois do sucesso do seu primeiro curta, ela pretende fazer mais anima&ccedil;&otilde;es do modelo antes de fazer um longa-metragem, e neste instante est&aacute; na procura para financiar os novos projetos. “Acho que temos alguns diretores ‘consagrados’ nos longas-metragens de anima&ccedil;&atilde;o e uma gera&ccedil;&atilde;o de curta-metragistas com uma propriedade impressionante que precisa fazer longas. A charada &eacute; ter uma sequ&ecirc;ncia nas pol&iacute;ticas p&uacute;blicas que viabilize que novos talentos cheguem no longa e que os outros cineastas assim como continuem produzindo”, explica Bolognesi. “&Eacute; respeit&aacute;vel assim como que o dinheiro n&atilde;o v&aacute; todo pra s&eacute;ries de anima&ccedil;&atilde;o.</p>

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License